25.7.06

foto # 28A > Fé


A fé tem um pé
na riqueza dos caminhos.
O outro simplifica...



Volto à noite, com minha solidária amiga Mônica Cox, e, antes de tudo, fomos assistir ao concerto do Trio Vista Alegre, flautas e violão clássico, na igreja matriz de Santa Teresa, rua Áurea. Um ambiente especial demais para que não se fizesse alguma imagem, mas o som suave e a platéia embevecida não permitiam muito malabarismo...
Tendo optado por não usar flash, a baixa luminosidade geral exigia manter a máquina firme para obter a mesma definição das fotos anteriores. Nessas horas, um tripé de bolso, que eu tinha, pode ser uma boa alternativa, desde que se encontre um ponto de apoio.
Esta, a dificuldade... Não havia uma janela ou mesa disponível (exceto o altar) e até os bancos da igreja (porque será?...) tinham o espaldar inclinado!
Dei duas ou três voltas pelos fundos, sem deixar de prestar atenção à música de Bach ou à versão para flautas de cantigas infantis, tentando (e não conseguindo) enxergar a solução.
Até que bati os olhos nas sandálias do rapaz sentado numa das últimas filas da igreja. Era isso: aproveitar a medição da luz ambiente, dar alguns passos silenciosos, se abaixar, por o tripé no chão na distância aparentemente certa, posicionar a câmara o mais rápida e cuidadosamente possível, acionar o temporizador (self-timer) e torcer para que o pé continuasse paradinho naquele mesmo lugar!
Passam lentos estes cinco segundos, mas, ufa!, está feita a foto...